Voo com chuvaVoo com chuva  Salvador - Bahia de todos os Santos
 Fundada por Thomé de Sousa, em 1549
Com seus mais de 500 anos de história, a Cidade do Salvador abriga um dos mais importantes conjuntos de patrimônios históricos do mundo
 Salvador era uma das maiores e mais importantes cidades da América,
do século 16 até o início do século 19.
 Voo sempre com chuva avião sobe pulando que nem uma mula manca.
 
 Minha ida a Salvador é que tem um amigo meu que sempre vai prá lá e fica mandando foto comendo caranguejo fazia 8 noas que não comi o bichinho aí só de raiva resolvi ir a Salvador e fazer o mesmo mandar foto prá ele.
 
 2 vezes em Salvador
 Salvador a primeira vez que fui foi Abril de  2013 fiquei 4 dias ,isso porque fui exclusivamente para comer caranguejo.
 Segunda vez em Setembro de 2014 resolvia passar mais tempo e conhecer bem a Bahia e seu entorno.
 
 A primeira sede da administração colonial portuguesa do Brasil foi fundada como São Salvador da Bahia de   Todos os Santos ou SSA pelo cod IATA internacional.
 
 Tunel de bambu saida do aeroporto SSATunel de bambu saida do aeroporto SSA
Quando desci em Salvador aquele calor de 30°C logo no aeroporto SSA.
 
 - Logo imaginei hoje vou beber todas até cair e quando cair vou continua a beber deitado.
 
 Uma coisa legal é a saida do aeroporto você passa por um tunel de bambu.
 O Bambuzal que cresceu dos lados da pista formou um túnel natural.
 Unico no mundo são uns dos encantos da Bahia.
 
 Quase que Salvador inteira se veste de branco pelo Senhor do Bonfim
(porém só desde 1976, porque antes a Igreja mandava chamar a polícia).
 
 
 Cheguei no hotel só tomei um banho já fui correndo para o Caranguejo do Porto comi varios afinal foram 8 anos sem comer unico problema em Salvador.
 É que´a cerveja é Devassa ou Schin , são raros os lugares que você acha Skol mas até gosto da Devassa bem gelada problema é a dor de cabeça
no outro dia.
 
Eu no Caranguejo do PortoEu no Caranguejo do PortoCaranguejo salCaranguejo salPata do caranguejo GuaiamumPata do caranguejo Guaiamum
 
Os caranguejos são enormes já fui a muitas cidades mas Salvador foi os maiores que já vi veja apata do Guaiamum acima quase do tamanho da minha mão.
 O Guaiamum é o maior caranguejo do Brasil ele é azulado ,o casco é muito duro diferente do caranguejo sal.
 No Brasil, Guaiamum está ameaçado de extinção em várias partes de seu território, sobretudo devido a caça predatória e a destruição do seu habitat.
 
GuaiamumGuaiamumCaranguejo Guaiamum tamanho do pratoCaranguejo Guaiamum tamanho do pratoDestroços do que sobrouDestroços do que sobrou
 
Guaiamu, guaiamum, goiamu e goiamum derivam do termo tupi waia'mu ou guaiá-m-u, que significa caranguejo escuro azulado.
 Atingem a maturidade sexual aos quatro anos e seu ciclo reprodutivo depende do verão e das fases da lua.
 O macho, bem maior, tem a coloração do exoesqueleto em tom azulado.
 
Guaiamum azuladoGuaiamum azuladoGuaiamumGuaiamum
 
CENTRO HISTORICO
É comum em Salvador encontrar artistas sempre converso com os integrantes do Olodum
 
Compadre Washingtom (sabe de nada inocente)Compadre Washingtom (sabe de nada inocente)Mateus vocalista do OlodumMateus vocalista do Olodum
 
Banda Olodum - (A palavra Olodum significa "Deus dos Deuses" ou "Deus maior",)
  Se você for a Salvador e não ver o show do Olodum você não foi a Salvador.
 
Show Setembro 2014Show Setembro 2014Show Abril 2013Show Abril 2013Eu no OlodumEu no Olodum
 
 Fundado como bloco afro carnavalesco em Salvador no ano de 1979.
 
OlodumOlodumOlodumOlodumOlodumOlodum
 
Depois da estréia no carnaval de 1980, a banda conquistou quase dois mil associados e passou a abordar temas históricos relativos às culturas africana e brasileira.

 

 O significado das cores:

  • O verde, o vermelho, o amarelo, o preto e o branco são as cores do Olodum.
  • O verde representa as florestas equatoriais da África.
  • O vermelho o sangue da raça negra.
  • O amarelo o ouro da África.
  • O preto o orgulho da raça negra, o branco a paz mundial.
 
Cores  e simbolos do OlodumCores e simbolos do OlodumOlodum para o mundoOlodum para o mundo
 
Eu aguardando entradaEu aguardando entradaEspaço Tereza BatistaEspaço Tereza BatistaRua do eventoRua do evento
 
Um dos momentos de maior exposição do grupo foi em 1990, quando o mesmo participou da faixa "The Obvious Child".
 Do disco de Paul Simon, "The Rhythm of the Saints", cujo videoclipe foi gravado no Pelourinho e exibido em mais de 100 países.
 
Eu batucandoEu batucandoOlodum no centro históricoOlodum no centro históricoEnsaioEnsaio
 
Depois desse fato o Olodum gravou com outros músicos consagrados internacionalmente e nacionalmente.
Como Wayne Shorter, Michael Jackson, Jimmy Cliff, Herbie Hancock e Caetano Veloso, divulgando ao mundo.
A mistura de ritmos que inclui batuques africanos, reggae, samba e ritmos latinos.
Paralelamente ao sucesso artístico, a banda Olodum participa de movimentos sociais contra o racismo e pelos direitos civis e humanos.
 
Eu batucando com OlodumEu batucando com OlodumEnsaio do Olodum Ensaio do Olodum
 
O Olodum tem uma relação especial com a Seleção Brasileira de Futebol, onde sempre costuma se apresentar nos jogos no Pelourinho.
 Animando os torcedores presentes em mais de 24 anos.
Esse ensaio do Olodum sempre aos Domingos e Terças a partir das 14 horas
 
Alias não comentei ainda sobre essa ladeira é a mais famosa de Salvador
Nela foi filmado o final do filme Dona Flor e seus 2 Maridos em que Flor desce a ladeira do Pelourinho de braços dados com Teodoro e Vadinho, nu
 
Fundação Jorge Amado é esse casarão azul da foto abaixo - www.jorgeamado.org.br
foi um dos mais famosos e escritores brasileiros de todos os tempos nascido na Bahia.
O governo da Bahia transformou um casarão  em um dos mais importantes centros de cultura do Estado.
Além do acervo que ilustra a trajetória literária de Jorge Amado, o espaço mantém permanente programação de atividades culturais.
funciona de segunda a sexta, das 10h as 18h.
 
As visitas a Salvador sempre faço questão de tirar foto onde  Michael Jackson fez o clipe They Don’t Care About Us
contou com participação especial do Olodum em fevereiro de 1996.
 
Lugar exato onde  Michael Jackson fez o clipeLugar exato onde Michael Jackson fez o clipeladeira mais famosa da cidadeladeira mais famosa da cidadeCasa Jorge Amado essa azulCasa Jorge Amado essa azul
 
Assim começa um dos mais clássicos videoclipes de Michael Jackson.
O Rei do Pop, como ficou conhecido, faria 55 anos hoje se estivesse vivo.
O clipe da música They Don’t Care About Us, gravado no Brasil, em 1996, levou o Pelourinho para os quatros cantos do mundo.
Também fui a famosa sacada afinal quando criança eu era fã do Michael Jackson.
 
A famosa sacada ao fundo 2014A famosa sacada ao fundo 2014Eu na sacada 2014Eu na sacada 2014Michael Jackson 1996 duarante o clipeMichael Jackson 1996 duarante o clipe
 
Essa sacada na realidade é uma lojinha.
A loja Casa Número 8, onde o artista cantou na sacada, virou a Casa do Michael.
Seu Carlos que comanda o estabelecimento lucra até hoje com souvenirs daquela gravação.
A música They Don’t Care About Us virou um dos hinos da injustiça social
Depois de comprar alguma lembrancinha na loja, também é possível subir na mesma varanda e até tirar umas fotos.
 
Um mito chamado Michael JacksonUm mito chamado Michael JacksonMichael Jackson um mitoMichael Jackson um mito
 
Em 25 de junho de 2009, foi noticiado que Michael Jackson sofreu uma parada cardíaca em sua casa.
O adeus a Michael Jackson foi no dia 7 de julho de 2009 corpo de Michael chegou ao cemitério em um caixão banhado a ouro foi colocado no túmulo no Terraço Sagrado do Grande Mausoléu.
 
Olodum faz homenagem a Michael Jackson preparou versão instrumental de 'They don't care about us'.
Apresentação  no mesmo local em que clipe foi gravado ao mesmo tempo do funeral do cantor.
Pelourinho nunca mais foi o mesmo. 
 
Casa Olodum
 Inaugurada há quinze anos, a Casa do Olodum já foi visitada por mais de 500 mil pessoas.
O prédio de 3 andares: no térreo, funciona uma loja que vende camisas, bonés, chaveiros, bonecas e outros produtos com a marca Olodum.
No primeiro andar, há a secretaria e o escritório da diretoria.
 
Casa OlodumCasa OlodumCasa OlodumCasa OlodumBateu a fome acarajéBateu a fome acarajé
 
Já no segundo pavimento funciona o Auditório Nelson Mandela, um salão com capacidade para 60 pessoas usado para cursos, seminários, palestras, reuniões e encontros de militantes do movimento negro, artistas, produtores culturais, intelectuais e turistas.
 
ingressoingresso 
Também vende ingressos para Ver o Olodum
 Sempre bom comprar antecipado porque é muita gente querendo ver a banda.
 São 4 horas de Show imperdivel
 
 
 
 
 
"A Cubana" é a sorveteria mais antiga de Salvador desde 1930 na entrada do elevador Lacerda.
naugurada pelo cubano Baltazar Moas há aproximadamente 80 anos hoje pertence ao empresário Marcos Bouzas.
São mais de 30 sabores produzidos artesanalmente.
Horário de funcionamento:
Pelourinho: Diariamente, das 9h as 22h30.
 
Desde 1930 fazendo sorvetesDesde 1930 fazendo sorvetesSorvete Umbu/Caja como diria Alceu ValençaSorvete Umbu/Caja como diria Alceu ValençaDocesDoces
 
Bahia de tanta gente e tantos sabores.
Bem ao lado da sorveteria tem muitas mesas e cadeiras você pode tomar sorvete apreciando a vista da cidade alta
 
Olhando a cidade baixaOlhando a cidade baixaForte de São MarceloForte de São Marcelo
 
 
 
Atrás estatuaThomé de SousaAtrás estatuaThomé de Sousa
 
Praça Thomé de Sousa:
A estátua de Thomé de Sousa, fundador da Cidade do Salvador e primeiro governador do Brasil indicado por D. João III
Ao fundo, o Palácio Rio Branco, antiga sede do governo estadual de onde ele governou o Brasil, no século 16.
A escultura é uma réplica, em bronze, da original existente no interior do Palácio Rio Branco, na mesma Praça
 
A escultura é uma réplica, em bronze, da original existente no interior do Palácio Rio Branco, na mesma Praça, do escultor italiano Pasquale De Chirico (cerca de 1919) 
 
inaugurada em 1999, na Praça da Sé, pela comemoração dos 450 anos de fundação da Cidade do Salvador.
Em julho de 2005, foi relocada para o local atual. 
 
 
 

 

 
 
 
Praça CairuPraça Cairu
A Praça Visconde de Cairu, ou simplesmente praça Cairu, é uma praça localizada na Cidade Baixa em Salvador
A Praça foi construída entre o fim do século XIX e início do século XX.
Nela se encontra o Mercado Modelo
 
O Monumento à Cidade de Salvador e a estação inferior do Elevador Lacerda
Como também o Centro Náutico da Bahia, beirando a Baía de Todos os Santos e o Forte de São Marcelo mais ao fundo.
 
O nome é em homenagem a José da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, político baiano.
 
No local, encontra-se uma estátua de bronze do Visconde e a antiga residência usada por ele, na qual está sendo reformada para a construção de um luxuoso hotel, uma unidade da Rede Hilton.
 
 
 
 
 
 
 
Em Salvador circularia a segunda linha de bondes elétricos do Brasil, só existente no Rio de Janeiro, então capital.
A primeira linha eletrificada foi Calçada/ Bonfim.
 
Eu na cidade baixaEu na cidade baixa
 Palacio Rio BrancoPalacio Rio Brancolinha ferrealinha ferrea
 
A Praça da Sé não existia até 1933, ano em que o antigo templo da Sé Primacial do Brasil foi demolido, com a desculpa de modernizar da Cidade, sob protestos de grande parte da população
A Praça da Sé, em 2003, com a Misericórdia, ao fundo.
A fonte, no centro da foto, foi inaugurada em 2002.
Fabricada pela empresa espanhola Ghesa, movimentada por computador, com 60 jatos de água e focos de luz com 60 cores.
É a mais sofisticada desse gênero no Brasil.
 
 Praça da SéPraça da Sé Fonte movimentada por computador com 60 jatos de águaFonte movimentada por computador com 60 jatos de água
 
Faculdade de Medicina da Bahia 
 
 Faculdade de Medicina da Bahia Faculdade de Medicina da Bahia
 
Em 1808, ao chegar em Salvador, vindo de Portugal.

O Príncipe Regente Dom João terminou a proibição de cursos superiores no Brasil.
Para a formação de profissionais liberais, e criou a Escola de Cirurgia da Bahia.

Em 18 de fevereiro daquele ano. Recebeu o nome de Faculdade de Medicina da Bahia, em 1832.
As instalações da Faculdade eram parte do Colégio dos Jesuítas, no Terreiro de Jesus, fundado em 1553, e que foi a primeira instituição do Brasil a ministrar um curso de nível superior, no caso, a formação de sacerdotes.

 Em 1808, funcionava no local o Hospital Real Militar da Bahia, que foi adaptado para abrigar o ensino de medicina.
O local da primeira sala de aula foi definido em 12 de março de 1808.

Foi também a primeira instituição do País no uso clínico dos raios X.
 
 
 
 
Solar Ferrão 
Solar FerrãoSolar Ferrão
 
O Solar é um casarão nobre construído entre os séculos XVII e XVIII, localizado numa zona de grande declive, tendo por isso três pavimentos na frente e seis no fundo, além de um porão.

 Na fachada principal abrem-se duas portadas, datadas de 1690 e 1701, decoradas com volutas e relevos.
O piso mais alto tem janelas com sacadas e gradis de ferro.
No pavimento nobre há cômodos com tetos forrados com painéis de madeira
 
Chamado de "A Casa Nobre do Pelourinho" o prédio foi tombado em 1938 pelo Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

 Segundo a Diretora do Museu Abelardo Rodrigues, a museóloga Graça Lobo, "pela originalidade de seu partido arquitetural e artístico qualificou sua inscrição no Livro de Belas Artes do IPHAN
 
 
 
 
Elevador Lacerda - Primeiro elevador urbano do mundo
  O Elevador Lacerda é o primeiro elevador urbano do mundo.
  Levou nome de seu idealizador Augusto Frederico de Lacerda  foi o primeiro engenheiro nascido na Bahia, tendo se formado nos Estados Unidos em 1856.
 
  E também construção da linha de bonde urbano que ligava o Farol da Barra ao centro da capital baiana.
  Em 8 de dezembro de 1873, quando foi inaugurado, era o mais alto do mundo, cerca de 63 metros de altura.
 

 Elevador LacerdaElevador Lacerda Entrada do ElevadorEntrada do ElevadorVista Bahia de todos os SantosVista Bahia de todos os Santos

 

  Localizado no centro históricor, cumpre a função de transporte público entre a Praça Cairu, na Cidade Baixa, e a Praça Thomé de Souza, na Cidade Alta.

  Hoje é um dos principais pontos turísticos e cartão postal da cidade.

 Vista da cidade baixa e elevador Vista da cidade baixa e elevador   Bahia de todos os SantosBahia de todos os SantosElevador Lacerda de frenteElevador Lacerda de frente

 O elevador mais famoso da Bahia chega a transportar 900 mil passageiros por mês ou, em média, 28 mil pessoas por dia ao custo de R$ 0,15 centavos
por passageiro, num percurso de trinta segundos de duração.
 
Igreja  de São Francisco - A fantastica Igreja de Ouro
Segunda, das 9:00 às 17:30
Terça, das 9:00 às 16:00
Quarta,das 9h ás 17:30
Sábado, das 9:00 às 17:30
Domingo, das 10:00 às 15:00
 
 Entrada custa R$ 5,00 e tem um guia que explica tudo.
 A fachada tem duas torres relativamente simples e um frontão mais elaborado.
 Bom sempre visito essa Igreja sabe porque?
 Ela é feita em ouro , é impressionante
 
 O convento foi eleito umas 7 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo
 
Igreja São FranciscoIgreja São FranciscoNão resisti ao coco geladoNão resisti ao coco geladoEntrada da IgrejaEntrada da Igreja
 
 Na capela e no claustro, pinturas em quase 55 mil azulejos mostram a vida de São Francisco.
 O interior da Igreja é de uma beleza rara, todo em uma deslumbrante talha dourada e imagens policromadas de mestres santeiros baianos.
 Azulejos portugueses que reproduzem o nascimento de São Francisco e sua renúncia aos bens materiais.
 
Patio da igrejaPatio da igrejaPatio da igrejaPatio da igrejaPresbitérioPresbitério
 
  O teto possui pinturas de Frei Jerônimo da Graça, realizadas entre 1733 e 1737.
  O convento foi construído em torno de um claustro quadrado, tem um sub-solo e dois pavimentos sobre o nível da rua.
  Sua decoração mostra ricos painéis de azulejo da primeira metade do século XVIII, parte deles criada por Bartolomeu Antunes de Jesus em 1737, em Lisboa.
 
Teto todo trabalhadoTeto todo trabalhadodentrodentroCupula em ouroCupula em ouro
 
 Obras primas da arte sacra. Tem bastante jacarandá esculpido e duas pias de pedra, doadas por D. João V, rei de Portugal. Também de grande beleza são os púlpitos e o teto, com várias pinturas sacras.
 É das mais ricas do Brasil e há quem a considere o mais belo exemplo do Barroco português em todo o mundo, o que é bastante expressivo se nos lembrarmos que os portugueses deixaram também sua marca na Ásia e na África.
 
 
 Antigamente os ricos eram enterrados dentro das igrejas e os pobres do lado de fora.
 Em torno do pátio, encontram-se dispostas sepulturas de vários membros do clero.
 Assim como de famílias ricas, herança de um tempo em que os mortos eram enterrados no interior das igrejas.

 Quanto maior fosse a proximidade da sepultura de uma família do altar, por exemplo, mais rica era essa família.
 A proximidade ao altar determinava o poder e riqueza daquele indivíduo ou grupo de indivíduos.
 
CemitérioCemitérioCemitérioCemitérioCemitérioCemitério
 

 Mercado Modelo - O Maior Shopping de Artesanato do Brasil.
 
Como chegar: pegar ônibus Praça da Sé descer no final , ir até o elevador lacerda e descer sai praticamente de frente.
 
 Inaugurado em 1912, o Mercado Modelo surgiu pela necessidade de um centro de abastecimento na Cidade Baixa de Salvador.
 São 263 lojas, entre elas, dois restaurantes e diversos mini-bares e mini-restaurantes, dispostos em dois pisos que ocupam o prédio de estilo neoclássico.
 Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, construído em 1861 para ser utilizado como terceira alfândega de Salvador.
 
Mercado ModeloMercado ModeloEu no Mercado ModeloEu no Mercado ModeloVisto por cimaVisto por cima
 
 
ArtesanatoArtesanato
 Entre a Alfândega e o largo da Conceição.
 Constituía-se em um centro comercial onde era possível adquirir
Itens tão variados como hortifrutigranjeiros, cereais, animais, charutos, cachaças e artigos para o Candomblé.
 
 Instrumentos musicais típicos, Berimbaus, confecções, redes, entalhes em madeira, rendas
e cestaria da  Ilha de Maré, bordados e trançados, bijuterias as famosas bonecas de pano vestidas de "baianas’’, 
fitinhas do Senhor do Bonfim e objetos religiosos.
 
 Uma viagem a Salvador não está completa sem uma visita ao Mercado Modelo.
 Tradicional centro de artesanato típico da Bahia. Considerado um dos principais pontos turísticos da capital baiana
 
Sempre fico hospedado na Barra do Farol é o bairro de classe media alta e mais seguro onde fica bares restaurantes é a Praia do Farol
A maré baixa permite visualizar as barreiras naturais, formando piscinas.
 
 
Eu na Orla da BarraEu na Orla da BarraA noite na OrlaA noite na OrlaPor do SolPor do Sol
 
 Farol da Barra
 Muita gente vai a antes de anoitecer apara atrás do Forte ver o por do Sol mas esse dia o tempo estava fechado Vi uma baiana do outro lado da rua resolvi comer um acarajé mas ela me falou do Abará nunca tinha ouvido falar disso resolvi comer.
Vamos comer Abará
Abará é um bolinho de feijão-fradinho moído cozido em banho-maria embrulhado em folha de bananeira.
É um prato típico da culinária baiana.
Também faz parte da comida ritual do candomblé.
É feito com a mesma massa que o acarajé: a única diferença é que o abará é cozido, enquanto o acarajé é frito. (gostei da iguaria)
 
 ForteForte AbaráAbará
 
 Acarajé da Dinha é o mais famoso da Bahia
Um lugar que vende o acarajé famoso é o da Dinha (Lindinalva de Assis, a Dinha do Acarajé), morreu 16/05/2008  aos 56 anos, depois de sofrer uma parada cardiorrespiratória.
A barraca fica no Largo de Santana no bairro boêmio Rio Vermelho hoje quem toma conta é a filha dela.
Muita gente famosa passou por sua barraca como os músicos Chico Buarque, Lulu Santos, Jorge Benjor, Daniela Mercury e Carlinhos Brown, os pilotos Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi e Rubens Barrichello, as atrizes Dercy Gonçalves e Susana Vieira, entre muitos outros.
 
Acarajé da DinhaAcarajé da Dinhacarajé da Dinhacarajé da DinhaComendo acarajéComendo acarajé
 
No século VII a influencia dos povos árabes na áfrica trouxeram o Falafel aos  nativos do qual era usado á fava e grão de bico, alterados para o feijão fradinho.
Hoje no Brasil existe muitas maneiras de comer seu Acarajé no qual podemos focar os recheios de Vatapá , Molho de camarão seco , pimenta , cebola , Caruru e Frito no azeite de dendê .
 
acarajé da Dinhaacarajé da Dinha A origem do acarajé vem do akará, alimento sagrado, oferecido a Iansã, deusa africana que controla ventos, tempestades, relâmpagos e fogo.
 
Na sua origem, o acarajé só podia ser vendido exclusivamente pelas filhas de santo de iansã (santa bárbara no sincretismo entre o Catolicismo e o Candomblé)
 
Em cumprimento à obrigação do seu orixá, que determinava inclusive o tempo em que essa obrigação deveria ser mantida.
Há mais ou menos 50 anos, vender acarajé tornou-se um meio de vida para a população afro-descendente de Salvador, ligada ou não ao candomblé.
 
O acarajé é feito com feijão-fradinho, que deve ser quebrado em um moinho em pedaços grandes e colocado de molho na água para soltar a casca.
Após retirar toda a casca, passar novamente no moinho, desta vez deverá ficar uma massa bem fina. A essa massa acrescenta-se cebola ralada e um pouco de sal.
É frito em uma panela funda com bastante azeite de dendê.
 
 
 
 
Acarajé um símbolo da Bahia.
O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) tombou o “Ofício da baiana do acarajé” como Patrimônio Nacional no dia 1º de dezembro de 2004.
Gostei muito coloquei um pouco de pimenta foi o melhor acarajé que já comi a massa bem sequinha.

 
Moqueca de Peixe do restaurante Caranguejo de Sergipe na Barra
 Avenida Oceânica, s/n - Barra, Salvador

 
Muito boa o prato da pra 3 pessoas comer.
 Nome vem do Tupi e quer dizer: assar lentamente

 O nome do prato que é símbolo da cultura capixaba vem de uma palavra indígena:
moquear, que em tupi significa assar em fogo lentamente.
"Que é o modo de preparo da moqueca tradicional.
 
 Os índios abriam um buraco na terra, colocavam folha de bananeira, o peixe, outra folha de bananeira e a terra para cozinhar.
 
 O ritmo é lento, assim como na panela de barro, que demora para esquentar e para esfriar"
 
Passando pela Praia da Barra notei essas esculturas feitas na areia
 
Arte na areiaArte na areiaArte na areiaArte na areiaArte na areiaArte na areia
 
A noite jantar caranguejo no buteco do caranguejo na Barra.
 
Carangueijo com pirãoCarangueijo com pirão 
 Comi vários estava sendo dobrado ,comprava 1 ganhava outro de brinde aí fiz a festa
adoro caranguejo com cerveja problema que em Salvador só tem cerveja Devassa ou Schin muito difícil achar Skol.
 Nos restaurantes eles sempre trazem uma cebola cebola com coentro apimentada muito bom ela entra como tempero.
 Aí você toma cerveja como agua.
 
 Arriba Saia: Na Bahia tem um molho de pimenta feito com azeite de dendê muito gostoso que se chama "Arriba Saia" em referência ao fato de, por ela ser muito ardida, as moças abanavam a boca com a saia para aliviar o ardor que sentiam ao prova-las.
Essa pimenta, natural dos Estados Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco, recebe também outros nomes, dependendo da região.
 
 
Em alguns Estados, como Alagoas, ela é também conhecida como Umbigo de Tainha.
 
 
 
Praia da Barra - Uma das mais movimentadas da cidade, oferece diversos atrativos.

As vezes um pouco suja,  dezenas de naufrágios nas imediações.
A orla e repleta de bares e restaurantes famosos como Caranguejo do Porto, Caranguejo de Sergipe, que funcionam durante todo o dia.
O calçadão e muito procurado por adeptos de cooper, enquanto que alguns trechos da praia, com ótimas ondas.
 Na época de Carnaval, e lá que se inicia o famoso Circuito Osmar, por onde passam trios elétricos e blocos.

Praia da BarraPraia da BarraPraia da barraPraia da barra
 
Museu Náutico da Bahia - Farol da Barra
Endereço: Largo do Farol da Barra, s/n - Barra, Salvador
Visitas  Terça a Domingo. - O ingresso custa R$ 10,00 reais
Farol, o horário é da 8h30 até o pôr do sol.
O Museu fica aberto de 8h30 às 19h.

O Farol da Barra ou Farol de Santo Antônio
No ano passado 2013 quando vim a Salvador nãto tinha o nome da cidade em concreto em frente ao Forte acredito que fizeram por causa da Copa do Mundo.
Houve uma reforma pela capital como o calçadão da Barra que fizeram também. Agora em 2014

Museu NáuticoMuseu NáuticoMuseu NáuticoMuseu NáuticoFarol da barraFarol da barra
 
Torre troncônica em alvenaria com lanterna e galeria 22 metros de altura e pintada com bandas preta e brancas.
 
Farol de 22 metros de alturaFarol de 22 metros de altura 
 O farol está construído no interior do Forte de Santo Antônio da Barra.
 Construção 1698 ,Inauguração 2 de dezembro de 1839 (175 anos)
 
 Um torreão quadrangular encimado por uma lanterna de bronze envidraçada, alimentada a óleo de baleia.
 
 De acordo com o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, o primeiro do Brasil e o mais antigo do Continente (1698),
quando passou a ser chamado de Vigia da Barra ou de Farol da Barra.
 
 O mais moderno, fabricado na Inglaterra, em substituição ao antigo.
 Ao término das obras, inauguradas em 2 de dezembro de 1839, o novo equipamento de luz catóptrico erguia-se sobre uma torre troncônica de alvenaria, com alcance de dezoito milhas náuticas com tempo claro.
 
Em 1937, o antigo sistema  (incandescente a querosene) de iluminação foi substituído por luz elétrica, comemorando-se o primeiro centenário do farol a 2 de Dezembro de 1939.
Atualmente o farol encontra-se consagrado como um dos ícones da capital baiana, inspirando artistas e poetas.
 
O farol acende a luz ao pôr do sol e desliga ao amanhecer.
A luz pode ser vista a 60 quilômetros de distância, orientando embarcações.
 
 
 
Dentro do Forte: Canhões de bronze e ferro fundido na área externa.
Considerado o mais antigo farol da América, a obra é um marco turístico e histórico da Bahia.
 
Placa informativaPlaca informativaCanhão antigo a polvoraCanhão antigo a polvoraGuarita de defesaGuarita de defesa

 Acervo conta com vários objetos e documentos encontrados nos navios, além de réplicas das embarcações, mapas.
 Os antigos modelos do farol e vários murais contando a história da cidade e do povo baiano.
 
Mapa das rotas do descobrimentoMapa das rotas do descobrimentoFarol antigoFarol antigoPetroleiroPetroleiro
 
Dentro do museu tem peças de navios que afundaram na região, mostra de utensílios domésticos, moedas, selos, botijas e materiais bélicos que ficaram
submersos por cerca de 300 anos e que acabaram vindo à tona como resultado da primeira pesquisa submarina do gênero em toda a história do país.
 
Helice de navio naufragadoHelice de navio naufragadoMaquete de navio de épocaMaquete de navio de épocaBussola antigaBussola antiga

Esse aparelho na primeira foto abaixo  teodolito é um instrumento de precisão óptico que mensura ângulos verticais e horizontais, aplicado em diversos setores como na navegação, na construção civil, na agricultura e na meteorologia - telescópio, mesmo rústico usado em topografia.
Você ja deve ter visto um montado na rua sobre um tripe e o cara olhando para ver a distancia e curvatura da rua ou de uma ponte.

teodolitoteodolitoRéplica de embarcaçãoRéplica de embarcaçãoRéplica de embarcaçãoRéplica de embarcação

É possível subir ao ponto mais alto do farol, onde há um mirante, através de uma escadaria interna e curtir o belo visual da Barra e da Baía de Todos os Santos.
 
Eu apreciando a vistaEu apreciando a vistaVista da praia da BarraVista da praia da BarraSe pode ver muito longeSe pode ver muito longe

Anualmente o Museu Náutico da Bahia realiza a tradicional Trezena de Santo Antônio, de 01 a 13 de junho.
Período no qual a comunidade local se reúne no Forte para louvar e agradecer aos bênçãos recebidas, em grande confraternização,
homenageando àquele que foi o primeiro padroeiro da cidade.
 
 Réplica de navio na épocaRéplica de navio na época Praia da Barra vista do farolPraia da Barra vista do farol Praia da BarraPraia da Barra
 
 E o ultimo dia após café da manha no hotel a despedida das amizades feitas em Salvador se reume nessa foto
 
Despedida no hotel antes de sairDespedida no hotel antes de sair
 
 
comments